Páginas

quinta-feira, 1 de julho de 2010

Uma pequena "expedição" a ilha de Itaóca

 
   Uma idéia na cabeça, uma câmera na mão e um pequeno bote e lá fui eu rumo à Ilha de Itaóca, bairro do 1 º distrito de São Gonçalo, confesso que o caminho até la não é nada fácil, a estrada empoeirada e cheia de crateras quase dão vontade de desistir, mas dificuldades vencidas o que se vê ao chegar é de deixar qualquer um admirado .  Minha proposta era mostrar uma ilha de outros ângulos, busquei mostrar não apenas o pôr do sol, lindo, e que teve seu espaço, mas sim, presentear nosso leitor com um olhar da Ilha vista da Baía de Guanabara para o continente, ao final desse trabalho fotográfico, como não poderia deixar de ser, deixei minha humilde contribuição para as futuras gerações plantando 30 sementes de árvore de mangue, o resultado você confere agora:
 
 
Bote utilizado para visualizar ilha.


Rumo as águas .


Manguezal na ilha de Itaóca


Garça junto ao mangue .


Animais permitem aproximação .


Manguezal faz bonito contorno a Baía de Guanabara.


Pequenas ilhotas próximas a praia de Itaóca .


Aves reunidas.


Belezas que encantam.


Na ilha de Itaóca aves são numerosas.


Flagrante : aves em pleno vôo.



Aves voam próximas a áreas bem preservadas de manguezal .


Pôr do sol visto da ilha.


Ao fundo Paquetá vista de Itaóca .


Semente da árvore de mangue.


Plantio da semente.
(Fotos: Roberto Couto de Carvalho).

Obs: As sementes de mangue são facilmente encontradas nas águas das praias da Baía de Guanabara, principalmente próximas a áreas com grande cobertura de manguezais, quando você encontra- las por aí enterre no solo do mangue a parte marrom que possui mais ou menos cinco centímetros e deixe a parte superior onde é possível observar um pequeno broto para cima.

Curiosidade : Em recente replantio da vegetação do entorno da Lagoa Rodrigo de Freitas na Zona Sul do Rio, foram utilizadas mudas de árvore de mangue oriundas de São Gonçalo.

13 comentários:

  1. Sensacional!
    Muito boa sua iniciativa, sua atitude, e também belissimas fotos.
    O local é belissimo, pena que mal cuidado, mas muitas pessoas nem se quer sabem que existe um local assim em SG nem mesmo sabe de suas praias e belezas naturais, alias seria interessante se fizesse o mesmo, mostrando outros pontos da orla gonçalense e até mesmo sobre suas praias, mostrando as belezas e sugestoes para melhora-las. Parabens pelo trabalho, continue assim.

    ResponderExcluir
  2. É verdade, meu objetivo é realmente esse mostrar a São Gonçalo que o gonçalense pouco conhece, é mesmo uma pena que o acesso seja super difícil, que os serviços públicos naquela localidade sejam ainda mais ineficiêntes que no restante da cidade, mas mesmo assim o lugar é lindo e mais, o povo que ali vive apesar de todo o sofrimento e abandono é de uma simpatia é uma gente super acolhedora, você anda nas ruas de Itaóca e as pessoas te desejam bom dia, boa tarde, boa noite, sem sequer concecê-lo, algo inimaginável em nossa "sociedade mais evoluída". Espero que o porto da Petrobrás na Praia da Beira acabe com esse isolamento da região, todavia espero que o progresso não destrua o encanto desse lugar e nem leve do seu povo aquilo que não é ensinado nas escolas, (que são poucas por lá), mas que eles apredem em casa, essa coisa chamada educação e amor ao próximo.

    ResponderExcluir
  3. Oi, moro no Mutuá (São Gonçalo) e queria saber de você se existe alguma ONG ecológica que atue lá para o lado dessas praias da Baía de Guanabara. Tenho 31 anos e ainda que esteja quase graduado em Direito, amo a ecologia e queria contribuir com o meio ambiente do nosso município. O problema é que aquela região de Itaóca é considerada pelo resto dos gonçalenses como perigosa e zona de "desova". Se souber de alguma ONG avise, por favor. Gostei do seu blog. Valeu.

    ResponderExcluir
  4. Fabiano, já posso adiantar que existe a ONG Guardiões do Mar, que é patrocinada pela Petrobras. O site deles agora está em manutenção. Seguem os telefones: 2605-8016 e 7122-1416.

    Sobre o passeio, é realmente encantador! Muito bonito mesmo! A Ilha de Itaoca sem dúvidas tem um grande potencial turístico. Só temo pelo porto que será construído lá... Espero que preservem o manguezal!

    ResponderExcluir
  5. Fabiano, como o Eduardo já disse a Ong Guardiões do Mar faz esse trabalho na região, com atitudes como mutirão de limpeza dos mangues e praias, reciclagem de materiais e conscientização das pessoas, a Ong está localizada na estrada de Itaóca, após a entrada da praia da Beira no lado esquerdo da estrada para quem segue em direção a praia da Luz, fica a mais ou menos uns 300 metros da mesma.

    ResponderExcluir
  6. Muito boa sua iniciativa,moro na ilha e também acho o lugar maravilhoso apesar do abandono por parte das autoridades.E uma coisa que eu gostaria de esclarecer é que, itaóca não é um lugar perigoso como muitos pensam e muito menos lugar de desova,isso acontecia aqui sim,mas a 30 anos atras quando ainda não havia tantos moradores,hoje a ilha é super tranquila,as crianças tem liberdade para brincar nas ruas sem se preocupar com balas perdidas como em muitos lugares ditos "ótimos"que tem por aí.Só pra você ter uma idéia eu ja to cansada de sair e entrar na ilha de madrugada com minha familia, e nunca nos deparamos com bandidos ou algum cadáver sendo "desovado",a minha casa nunca foi assaltada,a bicicleta ja foi esquecida do lado de fora do muro e no dia seguinte estava lá,a moto também e com a chave na ignição e muitas vezes ja fomos dormir e esquecemos de trancar as portas e janelas.Como pode ver o lugar não é perigoso e tem muito mais encantos do que parece.Eu também espero que com a chegada do porto a ilha não perca seus encantos.Um abraço e tudo de bom.

    ResponderExcluir
  7. Sou moradora da ilha desde que nasci, e estou encantada em saber que tem pessoas que admiram a ilha. O que mais escutamos quando dizemos que moramos aqui, é que é um lugar ruim para morar. Porém discordo totalmente disso. A única coisa que não contribui, o que nem sei se é ruim, é o atrazo e o acesso. Mas nada paga você acordar em uma manhã de domingo, abrir a janela e se deparar com a natureza exuberante daqui. Tenho o mair orgulho de ser moradora e de sempre que tenho vontade disfrutar do por do sol e das belas paisagens naturais que a ilha nos oferece. isso para mim também é qualidade de vida.

    ResponderExcluir
  8. Você está corretíssima Ana, é mesmo uma pena o poder público não dar mais atenção a Ilha, mas que o lugar é lindo, isso ninguém discute, e qualidade de vida é viver bem, é ter esse contato com a natureza, é estar inserido no meio sem degradá-lo. Parabéns!!!

    ResponderExcluir
  9. Gosto muito de Itaóca, farei um passeio semelhante saindo da Praia de São Francisco em Mauá - Magé, mas utilizando um barco a motor logicamente, possuo uma galeria de fotos com algumas fotos de Itaóca no endereço : www.flickr.com/cazoba. Um grande abraço.

    ResponderExcluir
  10. Parabéns pelo trabalho. Mas me responda: voce sabe a origem do nome "ilha", uma vez que os dois únicos "braços" d'água não se encontram?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também sempre me perguntei.
      Porém uma vez me disseram que se a ponto do rodízio não existisse, a unica forma de entrar em Itaóca seria a nado, rs

      Excluir
  11. Morei muto tempo na Praia da Beira.
    Faz um tempo que não vou la, ainda mais depois que soube que Itaóca foi tomado por bandidos!
    é uma pena, um lugar que sempre me trouxe paz e tranquilidade.
    Era meu refúgio quando queria sair dessa loucura do Rio de Janeiro

    ResponderExcluir
  12. Um lugar que deveria ser preservado, além da favelização, essas pragas que vem de outro estado, maioria Nordeste e interior do RJ, fica destruindo tudo. Cadê a prefeitura? Poderia esta reflorestando o mangue e o maciço de Itaúna,Alô IBAMA,INEIA,OU VCS QUE PROTEGEM ESSE MANGUE EM GUAPIMIRIM, SE ESSE MANGUE ACABA NOS BAIRRO ITAOCA,FAZENDA E PALMEIRA, VCS AI TAMBÉM VAI SER PREJUDICADO.VAMOS PROTEGER, TIRA ESSAS FAVELA PELO MENOS DE ITAOCA.

    ResponderExcluir

Receba em seu e-mail as atualizações do Made in Gonça.